Santuário do Senhor Bom Jesus Campo Largo

Maria visita nossa casa

Pastoral das Capelinhas
Santuário Nª Sª de Salette

Todos nós já sabemos que Nossa Senhora se mostra a nós de diferentes formas e com diferentes rostos e nomes, mas também já sabemos que Ele é uma só, a mãe de Jesus Cristo, a eleita de Deus. Amar Maria é muito fácil, Ela nos conquista e nos acolhe com seu doce olhar maternal. Mas, você a recebe como Ela merece em sua casa?

Todos nós católicos, devemos saber que santo não é o nosso gesto de receber Maria em nosso lar, mas primeiramente é o Dela, de querer estar presente em nossa casa, no seio da nossa família.

E assim como nos preparamos para a visita de uma pessoa muito querida, devemos nos preparar para a visita da Capelinha, colocá-la em local de destaque, acender uma vela, reunir a família para uma oração. A Capelinha é muito mais que uma imagem de barro, e basta conhecermos Maria para saber do Seu poder sobre nós como mãe intercessora, que através da fé e oração realiza tantos milagres e prodígios.

Para cada Capelinha há uma mensageira, que é encarregada de cuidar da imagem e das ofertas enviadas, que ajudam os seminários da região. O papel de uma mensageira de Capelinha é entrar nas casas, talvez onde a igreja não consegue chegar, para evangelizar as famílias, levar a Palavra, divulgar a fé.

Com certeza, nós Mensageiras, somos capacitadas pelas mãos de Nossa Senhora, e escolhidas por Deus; apesar de muitas famílias receberem a Capelinha, poucas pessoas ainda compreendem o papel tão importante e a tão grande fé de uma Mensageira.

A data de 26 de agosto de 1937 é considerada, oficialmente, como natalício do Movimento das Capelinhas em Curitiba, e foi criada com um meio eficaz para ir ao encontro e conhecer as famílias, e fazê-las assumir a missão como leigos engajados na paróquia e sociedade.

O Movimento visa imitar o gesto de Maria, que mesmo grávida, com tantas dificuldades, foi de coração aberto visitar sua prima Isabel, aquela que também foi escolhida por Deus, mas se mostrou tão feliz ao receber em sua casa a mãe de Nosso Senhor. Com isso, visamos renovar e atualizar a peregrinação de Maria, de casa em casa, com a missão de continuar levando Cristo aos lares.

Quem tiver interesse em receber a visita da Capelinha ou conhecer melhor esse movimento, pode deixar o nome e telefone na secretaria do Santário ou com alguma Mensageria, que entraremos em contato.

(Texto originalmente publicado no site da Arquidiocese de Curitiba)